Critério de Kelly | O Que É o Critério Kelly nas Apostas

O Critério de Kelly é um dos mais avançados métodos de gestão de banca nas apostas esportivas. Ele permite determinar o percentual de sua banca no investimento em uma aposta.

Em vez de ser você a definir a verba a aplicar no palpite, ela é dada através de uma fórmula matemática.

Para aquele apostador principiante que está chegando agora nesse mercado das apostas é natural que a expressão Critério de Kelly possa criar alguma confusão.

Mas não tem que ficar com receio de não compreender essa fórmula.

O Critério de Kelly não visa adivinhar resultados ou tendências em um evento esportivo. Ele apenas lhe dá uma indicação matemática do valor em porcentual que deve investir em determinada aposta. Nada mais que isso.

É claro que o apostador é livre de querer investir mais ou menos do que o valor indicado pelo resultado do cálculo.

Esse aspecto é importante porque, como verá mais adiante, pode o cálculo dar um percentual elevado para investir e você não querer fazê-lo e baixar a estimativa. E não tem nada de errado nisso.

Mas primeiro vamos à fórmula matemática que é muito simples de compreender e pode gerar uma gestão de banca correta.

O Critério de Kelly leva em consideração o valor das odds e nos diz, por exemplo, que em determinado evento, perante os cálculos, devemos aplicar 5% de nossa banca.

Para um entendimento mais claro nada melhor que ver a fórmula e testá-la com um exemplo.

Como funciona o Critério de Kelly 

Criado por John Kelly , o Critério de Kelly é este: Valor a apostar em % = [Odd x (Probabilidade estimada/100)-1] / Odds -1) x100.

Vamos agora testá-la com um exemplo de uma partida da UEFA Champions League. Assim não existe risco de tocar em sensibilidades e preferências do apostador no Brasil.

Temos o encontro entre Liverpool e a Inter na cidade britânica, em uma eliminatória da mais emblemática competição europeu, com odds da Betano.

Os odds apresentados em uma casa de apostas são os seguintes

  • Vitória do Liverpool – 1.90;
  • Empate – 3.35;
  • Vitória da Inter de Milão – 4.00.

Vamos então colocar os valores das cotações na fórmula do Critério de Kelly.

Valor a apostar = [4.00 x (30/100)-1] / (4.00-1)x 100

Assim, chegamos nesse valor: 0.2/3 = 0.066. Pega esse valor e agora multiplica por 100. Então, 0.066 × 100 = 6,66.

O Critério Kelly nos indica que o apostador deveria aplicar 6,66% de sua banca nesse evento. Mas repare que o 30 é o próprio apostador que estima de acordo com seus estudos e análises, normalmente feitos num cenário de pré-aposta.

O Critério de Kelly garante uma gestão de banca eficiente!

Perante o desempenho dos times e a realidade da competição e seu histórico, é o apostador que determina a porcentagem de 30%.

O valor desse exemplo não é um valor elevado em relação à grande maioria das bancas dos apostadores.

Porém, existem cálculos através do Critério de Kelly que apresentam uma porcentagem de investimento de, por exemplo, 30% de banca.

Esse já é um valor que pode fazer soar seus alarmes e não optar por seguir com esse investimento.

Daí que, alguns apostadores optem por dividir o valor, para o baixar. Há quem divida por metade (1/2) ou até por 1/4.

Apostadores mais experientes aconselham apostadores mais novos nas apostas esportivas a não ultrapassarem os 10%.

Então, se porventura, através do Critério Kelly lhe for dado um valor superior a 10% é recomendado que aplique a divisão por 2 ou por 4.

A defesa da banca deve estar sempre presente, independente dos métodos ou fórmulas matemáticas que use.

Nas apostas esportivas existem várias indicações e estratégias financeiras, mas você deve optar por aquela onde se sente mais confortável. Umas são mais arriscadas que outras.

Critério de Kelly Versus Estratégia Martingale

Se no Critério de Kelly, por exemplo, é levada em conta sua realidade financeira, existem estratégias onde o risco é calculado em função do que você pretende ganhar ou está perdendo.

Veja o caso da estratégia Martingale, na qual você duplica o valor de suas entradas quando está perdendo, de forma consecutiva até ganhar e cobrir os prejuízos.

Ou seja, qualquer estratégia ou fórmula matemática nas apostas esportivas é falível. E cada usuário deve compreender bem todas as metodologias para usar as que melhor que convier.

Vantagens e desvantagens do Critério de Kelly

Como todas as fórmulas matemáticas, logicamente que o Critério de Kelly tem vantagens e desvantagens.

Entre os aspectos positivos está o fato de aplicar uma porcentagem de investimento de acordo com as cotações determinadas pelas casas de apostas esportivas para um evento.

No fundo, por outras palavras, cada aposta é avaliada por esse cálculo de forma individualizada.

Através do Critério de Kelly você pode também encontrar apostas de valor, normalmente encontradas nas mais reputadas casas como a Bet365 ou a Betfair.

Em sentido oposto, uma desvantagem do Critério de Kelly é que esta fórmula depende da análise do apostador. E esta pode estar mais próxima da realidade ou pode não ser assim.

Afinal, é o usuário que apresenta a probabilidade estimada para colocar na fórmula usada no Critério Kelly (os 30% do exemplo dado em cima).

Outra situação negativa é que o valor em porcentagem pode ser demasiado elevado e aí o usuário deve ter cuidado para não comprometer a saúde de sua banca. 

Continue atento ao Top Apostas Online para mais técnicas eficazes de gestão de banca!

FAQ

O Critério Kelly é o método matemático mais fiel para lucrar nas apostas esportivas?

Não existem métodos infalíveis nas apostas esportivas. Cada usuário deve usar o mecanismo que lhe dá maior segurança e confiança de mandar seus palpites. Tenha sempre a noção de que deve fazer entradas de forma ponderada. Não arrisque mais do que aquilo que lhe pode fazer falta. Com o passar do tempo, sinta-se confiante para ir testando vários métodos em seus palpites.

Que cuidados devo ter se quiser aplicar o Critério de Kelly?

O maior cuidado que qualquer apostador deve ter quando aplica o Critério de Kelly passa por baixar o valor, se este for acima de 10% de sua banca. Com essa fórmula, é comum que possa sair a indicação para apostar 14%, 20% ou até mais de sua banca. Não faça isso. Se lhe der um valor acima de 10% nessa fórmula é recomendado que divida por 2 ou por 4.

Existe algum evento onde o Critério Kelly é mais usado?

Não. O Critério Kelly pode ser usado em todos os eventos e não tem um em que seja mais usado que outro. Esta fórmula não antecipa resultados ou tendências. Apenas lhe indica o valor porcentual de sua banca que deve aplicar em determinado palpite.

O que é o método Martingale?

Com esse método você aposta o dobro do valor da entrada anterior de forma consecutiva até atingir a vitória que lhe dará o retorno financeiro das apostas perdidas antes. É importante que tenha noção de que, no momento em que se dá a recuperação, deve voltar ao valor inicial. Não prolongue o valor de suas entradas. Até porque a estratégia Martingale é arriscada.

Partilhar